10 passos para não errar na adoção de Machine Learning

“O Machine Learning está se tornando rapidamente um teste decisivo para CIOs com visão de futuro. As empresas que não conseguirem adotar a aprendizagem de máquinas para o desenvolvimento de produtos ou para as operações comerciais correm o risco de ficar atrás de concorrentes mais ágeis na próxima década, segundo Dan Olley, que como CTO da Elsevier, a unidade de informação científica e de saúde do Grupo RELX, aumentou a adoção de tecnologias de Machine Learning de sua organização nos últimos anos .

“Acredito fundamentalmente que estamos em um ponto de inflexão com o Machine Learning, que vai mudar a maneira como interagimos com o mundo digital na próxima década”, disse Olley. “Vamos ter decisões tomadas por máquinas”.

É uma suposição razoável. O crescimento no poder de computação, a crescente sofisticação de algoritmos e modelos de treinamento e uma fonte de dados aparentemente ilimitada facilitaram inovações significativas em Inteligência Artificial (IA).

A IA, que inclui qualquer tecnologia em que uma máquina pode imitar o comportamento da mente humana, inclui sub-campos como o Machine Learning, no qual os algoritmos baseados em estatísticas automatizam a engenharia do conhecimento. Google, Amazon, Baidu e outros estão investindo muito dinheiro em IA e Machine Learning.

Mas como as organizações que nunca viram algoritmos de inteligência artificial embarcaram na Ciência dos Dados ou no Machine Learning? Olley e o Gartner oferecem as seguintes dicas práticas.”

http://cio.com.br/tecnologia/2018/07/23/10-passos-para-nao-errar-na-adocao-de-machine-learning/

Anúncios

Samsung anuncia investimentos de US$ 22 bi em inteligência artificial e 5G

“Muitas das notícias sobre a Samsung nos últimos meses dão conta da intenção da diretoria em desenvolver melhor uma área que ficou em segundo plano nas últimas temporadas e agora se tornou prioridade: a inteligência artificial (IA). Os rumores já envolviam melhores versões do assistente digital Bixby e um smart speaker. Agora essas informações de bastidores ganham corpo com um anúncio oficial de investimentos no valor de US$ 22 bilhões, que serão destinados à IA e à chegada da quinta geração de internet móvel, a 5G.  “A Samsung pretende liderar esforços para promover um ecossistema vibrante de inovações e crescimento, alavancando sua tecnologia e décadas de experiência na criação de empresas de sucesso”, destacou o comunicado oficial, distribuído nesta quarta-feira (8).”

https://www.tecmundo.com.br/mercado/133008-samsung-anuncia-investimentos-us-22-bi-inteligencia-artificial-5g.htm

Zume Pizza utiliza robôs desde a produção até a entrega da pizza

O Softbank Vision Fund, um dos maiores investidores do mundo, pode investir de US$ 500 milhões a US$ 750 milhões na Zume Pizza, uma startup que traz robôs para a produção de pizza. Se realizado, esse será o maior investimento que a startup já recebeu.

Criada em 2015 por Alex Garden e Julia Collins, a Zume Pizza utiliza robôs desde à produção até a entrega da pizza – ela só termina de assar dentro do caminhão de entrega, que conta com fornos. O objetivo da startup é mudar o sistema de delivery e entregar uma refeição mais fresca aos consumidores – literalmente recém-saída do forno.

Na produção das pizzas, humano e robô trabalham lado a lado. Enquanto um humano abre a massa para a pizza e a coloca numa esteira, uma máquina dispensa a quantidade de molho de tomate necessária e o robô “Marza” o espalha com movimentos circulares. Então, um humano coloca o recheio de cada pizza e o robô “Bruno” a posiciona delicadamente no forno para pré-assar.

Quando um pedido é feito, a startup termina de assar a refeição durante o caminho até a casa do cliente, garantindo uma pizza quentinha e crocante. Os fornos acendem e desligam de acordo com um sinal remoto.”

https://conteudo.startse.com.br/startups/foodtech/taina/softbank-pode-investir-us-750-milhoes-em-startup-de-robo-que-faz-pizza/

Define Overfitting and Underfitting by yourself

“If you are just got started in Machine Learning then you may have heard of these two terms often. And if not then you must.

Both the terms have the suffix ‘fitting’ and the interpretation of this word is same as in real life. Like suppose the dress which is not of fitting size can be expressed in two ways i.e. tight or loose.

In Maths we solve problems by implementing formulas/Algorithms and measures how good it is by accuracy, no. of steps,etc. the same way in Machine Learning we implement models(in fact you will find out later that they are also formulas) and we measures how good it is by accuracy, training time and many other things. And if our model is not doing good then we say it is either Underfitting or Overfitting.”

Moreover: https://medium.com/@gshashank84/overfitting-vs-underfitting-962aa07f5e12

The Role of the IoT in the Global Industrial and Manufacturing Market

“In this latest piece of IoT research, The Role of the IoT in the Global Industrial and Manufacturing Market, Strategy Analytics analyses:

  • The Opportunities and Benefits IoT offers the Industrial and Manufacturing markets, including automation, predictive maintenance, digital twins and supply chain optimisation.
  • The Challenges and Inhibitors in this market, including legacy system integration, connectivity, privacy and security.
  • The revenue potential for IoT in this sector, forecast out to 2025.
  • How IoT is being used by manufacturing firms, based on Strategy Analytics Enterprise IoT Deployment Survey results.

Matt Wilkins, senior analyst, IoT Research at Strategy Analytics and author of the report noted, “As digital transformation sweeps through all vertical markets, the Industrial market offers many opportunities for IoT. For example, allowing a manufacturing firm to draw upon data from all parts of its activities, feeding into analytics processes from which insights are derived that can positively affect the optimisation and efficiency of the company, or using that information to prevent machine failure before it occurs.””

Moreover: https://www.iot-now.com/2018/08/06/86914-promising-future-iot-industrial-markets/