A ilusão dos dados como o ativo principal de Inteligência Artificial

A todo momento vemos artigos e análises trazendo a relevância dos dados, como o principal ativo da Tecnologia da Informação (TI).

Entretanto, minha visão é diferente.

Em primeiro lugar, penso que a própria TI passa por uma evolução para Tecnologia da Inteligência, como prefiro referir.

Sim, a inteligência é que é o principal ativo, e os dados já foram no passado, e cada vez mais serão apenas commodities.

Acredito que o erro de visão atual esteja no fato de que concentramos todas expectativas de inteligência sobre a inteligência de máquina, principalmente o aprendizado supervisionado.

Mas a Inteligência Artificial será cada vez muito mais que isso, pois vivemos uma era onde a criatividade e a inovação ganham força cada vez mais, e justamente o potencial de encontrar solução para que as máquinas sejam inteligentes no nível humano será cada vez menos dependente dos dados em si, como é exatamente o nosso caso.

Na verdade, estaremos migrando de uma capacidade do modelar nosso cérebro para modelar nossa mente, até mesmo com consciência artificial, o que muda completamente o jogo.

Dessa forma, para mim o verdadeiro ativo está na capacidade dos times de sua organização em criarem produtos realmente inteligentes.

E não vejo formas de fazer isso mais eficazes hoje do que investir em uma parceria desses times com as máquinas, envolvidos em projetos de Inteligência Artificial que realmente sejam o ativo digital, ou real state, se você preferir, que tanto as organizações buscam hoje.

____
Rogerio Figurelli – @ 2018-08-09

Anúncios

Zume Pizza utiliza robôs desde a produção até a entrega da pizza

O Softbank Vision Fund, um dos maiores investidores do mundo, pode investir de US$ 500 milhões a US$ 750 milhões na Zume Pizza, uma startup que traz robôs para a produção de pizza. Se realizado, esse será o maior investimento que a startup já recebeu.

Criada em 2015 por Alex Garden e Julia Collins, a Zume Pizza utiliza robôs desde à produção até a entrega da pizza – ela só termina de assar dentro do caminhão de entrega, que conta com fornos. O objetivo da startup é mudar o sistema de delivery e entregar uma refeição mais fresca aos consumidores – literalmente recém-saída do forno.

Na produção das pizzas, humano e robô trabalham lado a lado. Enquanto um humano abre a massa para a pizza e a coloca numa esteira, uma máquina dispensa a quantidade de molho de tomate necessária e o robô “Marza” o espalha com movimentos circulares. Então, um humano coloca o recheio de cada pizza e o robô “Bruno” a posiciona delicadamente no forno para pré-assar.

Quando um pedido é feito, a startup termina de assar a refeição durante o caminho até a casa do cliente, garantindo uma pizza quentinha e crocante. Os fornos acendem e desligam de acordo com um sinal remoto.”

https://conteudo.startse.com.br/startups/foodtech/taina/softbank-pode-investir-us-750-milhoes-em-startup-de-robo-que-faz-pizza/

The Role of the IoT in the Global Industrial and Manufacturing Market

“In this latest piece of IoT research, The Role of the IoT in the Global Industrial and Manufacturing Market, Strategy Analytics analyses:

  • The Opportunities and Benefits IoT offers the Industrial and Manufacturing markets, including automation, predictive maintenance, digital twins and supply chain optimisation.
  • The Challenges and Inhibitors in this market, including legacy system integration, connectivity, privacy and security.
  • The revenue potential for IoT in this sector, forecast out to 2025.
  • How IoT is being used by manufacturing firms, based on Strategy Analytics Enterprise IoT Deployment Survey results.

Matt Wilkins, senior analyst, IoT Research at Strategy Analytics and author of the report noted, “As digital transformation sweeps through all vertical markets, the Industrial market offers many opportunities for IoT. For example, allowing a manufacturing firm to draw upon data from all parts of its activities, feeding into analytics processes from which insights are derived that can positively affect the optimisation and efficiency of the company, or using that information to prevent machine failure before it occurs.””

Moreover: https://www.iot-now.com/2018/08/06/86914-promising-future-iot-industrial-markets/

Onde a mente é tudo o que importa

“A ciência comportamental, que lida principalmente com a ação humana, é um campo que está crescendo em todos os setores, do setor bancário à TI, da saúde à educação, precisando de profissionais. E com o fornecimento longe da demanda, esse é um bom momento para explorar o campo. “A ciência basicamente entra no funcionamento do cérebro e desmascara as teorias psicológicas mais tradicionais”, diz Dominic, cuja empresa, uma das primeiras a se aventurar no campo no país, trabalhou em vários projetos governamentais nacionais e internacionais. Em Mumbai, por exemplo, diz Dominic, foi um experimento científico comportamental que ajudou a reduzir o número de mortes durante a travessia de trilhos. “As formas tradicionais de dizer às pessoas que não cruzem não funcionam. Sugerimos que o governo adicionasse algumas linhas amarelas e as taxas de acidentes cairam em 75%”, diz Dominic. “A psicologia tradicional fala sobre a construção da consciência. Nossa teoria diz que todos esses problemas são causados por uma lacuna de conscientização. Como arquitetos comportamentais, inventamos maneiras de construir esse comportamento na natureza humana”, acrescenta.”
https://timesofindia.indiatimes.com/city/chennai/where-the-mind-is-all-that-matters/articleshow/64579390.cms

Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) tornam-se as maiores influências na indústria tecnológica

“A influência da Inteligência Artificial (AI) e da Internet das Coisas (IoT) na tecnologia MESH (redes de malha) são alguns dos tópicos mais quentes em todo o panorama da indústria de tecnologia expansiva e volátil. Com essas tecnologias inovadoras e de ponta convergindo, especialistas no mercado estão prevendo um crescimento exponencial nos próximos sete anos, revolucionando os produtos do dia-a-dia com um potencial incrível. Grand View Research projeta que a rede de malha sem fio sozinha terá um valor de US $ 11 bilhões globalmente até 2025. Um dos fatores significativos que impulsionam o crescimento do mercado é a variedade de aplicativos em várias indústrias para essas plataformas, desde projetos de negócios tradicionais a serviços de emergência. Espera-se que a inclusão de IoT e AI acelere o processo, permitindo operações mais eficientes e eficazes de aplicativos e redes de malha.”

Veja mais em: http://www.prnewswire.co.uk/news-releases/artificial-intelligence-ai-and-internet-of-things-iot-becoming-biggest-influences-on-tech-industry-684575911.html