Da gestão de processos para a gestão de robôs

Com o crescimento exponencial dos recursos de inteligência artificial e ciência de dados para automação de processos, não apenas as tarefas repetitivas são executadas pelas máquinas que criamos, mas também as que exigem cada vez mais o entendimento do negócio e de todo o processo decisório.

Na verdade, estamos migrando, ainda de forma lenta, mas cada vez mais determinística, para o domínio de uma nova competência nas empresas: a gestão de robôs. E se os processos passam a ser apenas atributos das máquinas, podemos abstrair cada vez mais a gestão de processos, pelo menos dentro dos modelos manuais e de design essencialmente humano.

Dessa forma, todo o ferramental de tecnologia, principalmente as antigas plataformas e metodologias, são impactadas para evoluírem para suportarem os processos como produtos cada vez mais padronizados e de prateleira, executados de forma automática e autônoma.

Vivemos a Era dos Robôs, onde buscamos transformar a antiga eficiência da automação, na eficácia da automação da automação.

É evidente que nenhuma empresa, e muito menos seus colaboradores, querem ficar para trás dessa evolução, colocando em risco seus modelos de negócio e competitividade no mercado de trabalho.

Mas o paradoxo é que, na gestão de processos, os seres humanos ainda se mostram altamente competitivos no desenho das camadas mais estratégicas das cadeias de valor, mesmo as mais digitais. Entretanto, é cada vez mais um risco contar com essa realidade, pois as camadas operacionais e táticas já são fortemente pressionadas para enfrentarem o desafio de dominarem não apenas a operação de robôs, mas toda sua gestão, o que envolve atributos como digitalização dos processos e expertise em algoritmos e sistemas, principalmente os baseados em inteligência artificial.

E o que parece muito avançado para a maioria das empresas e profissionais, impactados com essa ruptura na forma de gestão, torna-se cada vez mais uma grande oportunidade de diferenciação competitiva, onde apenas os que dominarem as máquinas inteligentes irão sobreviver.

—–
Por Rogério Figurelli em 18/10/2017

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s